presidente

de honra

Em 01 de fevereiro de 1969, o Professor Reinhardt Adolfo Fuck chega em Brasília para compor o quadro de professores do Instituto de Geologia da UnB. No ano seguinte, passa a integrar a equipe responsável pela coordenação do XXIV Congresso Brasileiro de Geologia, que junto ao renascimento do curso de Geologia da UnB, configurou um importante impulso na consolidação e divulgação da Geologia do Brasil Central.

A realização do 50° Congresso Brasileiro de Geologia, na capital federal do país, se posiciona como a oportunidade perfeita para homenagear o Professor Fuck, dono de um legado imensurável de mais de 50 anos de conhecimento geológico. Em sua trajetória, fez inúmeras contribuições à Geotectônica da Faixa Brasília, representada em sua forma lúdica na logomarca do 50° CBG. Após décadas de dedicação, o Professor continua a inspirar com seu comprometimento nas pesquisas e orientação de alunos, em atividades administrativas e de extensão.

Além de exercer sua carreira acadêmica com brilhantismo, sempre foi assíduo e participativo nos eventos promovidos pela Sociedade Brasileira de Geologia, na qual é sócio efetivo desde 01 de fevereiro de 1967.

Como em todo congresso, a organização do CBG de 1970 exigiu muito trabalho e dedicação. Ao ser convidado para ser Presidente de Honra do 50° CBG, Professor Fuck certificou-se, em tom animador, que dessa vez não precisaria botar a mão na massa: “…ainda estou descansando do congresso de 1970!”. Dono de simplicidade, simpatia e bom humor ímpares, o Professor recebe profundo respeito e admiração de toda comunidade geocientífica nacional.

Nascido no interior de Santa Catarina e graduado em Geologia pela Universidade do Rio Grande do Sul, em 1963, Reinhardt Adolfo Fuck completou seu doutorado na Universidade de São Paulo, em 1972, e pós-doutorado na Universidade de Durham, Inglaterra, em 1975. É Professor Titular (aposentado) e Professor Emérito da Universidade de Brasília, onde atualmente é pesquisador colaborador. É titular da Academia Brasileira de Ciências, bolsista 1A de produtividade Científica do CNPq e Coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Estudos Tectônicas. Possui foco em Geologia Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: Neoproterozóico, Província Tocantins, Faixa Brasília (embasamento, arco magmático), Província Borborema, estrutura da crosta e litosfera. Em 2002, recebeu a comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico do Presidente da República do Brasil e em 2008 foi promovido à Grã-Cruz. Foi homenageado com a Medalha de Ouro José Bonifácio de Andrada e Silva da Sociedade Brasileira de Geologia em 2003 e com a Medalha Irajá Pinto, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 2007. Em 2005 recebeu o título de Cidadão Honorário de Brasília, da Câmara Distrital do Distrito Federal.

É com esse espírito e amor à Geologia, que a SBG se inspira em entregar à comunidade geocientífica, um evento inesquecível em 2020!

A comissão organizadora.

*Informações coletadas na plataforma lattes do CNPq, no banco de dados da SBG e por transcrição do quadro “Memórias Acadêmicas”, promovido pela TVUnB.